23 de julho de 2015

Paletas Mexicanas de Morango com Leite Condensado

em 23 de julho de 2015

Comente aqui



A partir de hoje vou postar uma receita por semana aqui no blog para vocês, e minha primeira receita é algo que eu sempre quis aprender a fazer: Paletas Mexicanas!
As paletas mexicanas tem feito muito sucesso por onde passam. A iguaria virou uma febre no Brasil, e não podia deixar de trazer a receita para vocês prepararem as delícias em casa. Vamos aprender?!!!


Rendimento: 4 porções
Tempo de preparo: 15min + 10h no freezer
O custo médio da receita é de R$8,00.


  • INGREDIENTES:
1 caixa de morango
1 colher (sopa) de açúcar confeiteiro
Suco de meio limão
½ xícara (chá) de água
1 lata de leite condensado


  • PARA MONTAGEM VOCÊ VAI PRECISAR:
4 copos descartáveis de 180ml
48 copos descartáveis de 50ml
Papel Filme ou Fita Adesiva
Palitos de picolé





  • MODO DE PREPARO:
Bata o morango com o açúcar de confeiteiro, o suco do limão e a água no liquidificador, até que a mistura fique homogênea. Preenchade cada copo descartável de 180 ml com o suco do morango. Pegue os copos descartáveis de 50 ml e faça pilhas de 8 copos. Encaixe cada pilha no centro do copo com suco (esse será o espaço para o recheio durante o congelamento do sorvete). Pressione a pilha de copinhos até que ela se aproxime do fundo do copo maior. Passe o papel filme para manter a posição dos copos e leve ao freezer por 2 horas. Com cuidado, retire os copinhos (dica: coloque água morna dentro deles para que desgrudem mais facilmente).
Para o recheio: Preencha o buraco feito com leite condensado (deixe sobrar 1 dedo do espaço, para que você possa finalizar com o suco).
Coloque o palito e finalize com mais polpa de morango.
Volte ao freezer por 8 horas.
Desenforme os picolés passando o copo na água morna.
✓ Hum!!! Suas paletas estão prontas!


Bom apetite e até a próxima!

15 de julho de 2015

Me Encontrei!

em 15 de julho de 2015

Comente aqui



"Quem teve a ideia de cortar o tempo em fatias, a que se deu o nome de ano, foi um individuo genial. Industrializou a esperança, fazendo-a funcionar no limite da exaustão. Doze meses dão para qualquer ser humano se cansares entregar os pontos. Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez, com outro número e  outra vontade de acreditar que daqui para diante tudo vai ser diferente."
Esse trecho é do poema “Tempo”, de Drummond.
De forma genial, o autor fala sobre o começo de um ano, que é sempre o momento onde planos são colocados em prática, coragem é tomada para difíceis decisões ou simplesmente para a saída da inércia, do cômodo.
Foi o que fiz neste ano, tomei uma decisão, nos 45 minutos do segundo tempo sem saber o que seguir de profissão. É assustador pensar dessa forma. Muitos querendo influenciar, como o salário e opiniões de outras pessoas. A questão é: Você quer ser feliz ou bem sucedido? As duas coisas podem andar juntas se você escolher a primeira opção. Pesquisas sobre o assunto apontam que quem estuda e trabalha com o que ama, faz seu serviço com mais capricho e acaba se orgulhando. Consequentemente, tem sua autoestima melhorada, fica motivado, é mais saudável e produtivo, e por fim, um profissional mais valorizado. É claro que existem profissões mais valorizadas no mercado de trabalho, mas quem se destaca pode ser bem remunerado em qualquer uma delas.
Para os que ainda estão começando sua carreira, a dica é pensar tudo que gosta de fazer e a utilidade de cada um desses itens. Não adianta gostar de coisas completamente divergentes e sem propósito. Ideias bem organizadas podem se encaixar e ajudar em uma decisão. Aos que estão infelizes fazendo o que não gostam… A vida passa e a gente nem vê! Faça o que ama e seja feliz. Foi assim que me encontrei no Jornalismo!

Até a próxima!
Beijos!!!




Posts recentes

SUBIR